Sabe quando algo é tão engraçado que a sua boca ganha vida? O canto da boca treme e quer abrir um largo sorriso para depois a gostosa gargalhada sair? O ombro treme e os olhos diminuem, as vezes tentamos conter a ação, mas a risada sai! Gostosa com alivio de dentro de nós. Fechamos os olhos que lacrimejam de tamanha felicidade e descarga de adrenalina, saindo um pouco do lado cientifico, sabe aquela risada linda que preenche os nossos corações e nos faz a pessoa mais feliz por segundos, então, a quanto tempo você não dá uma dessas?
E o sorriso? Aquele que abre sem querer? Sorrisos planejados são a destruição do futuro da humanidade! Sorrimos o dia inteiro daquele jeito pensado, é rápido, mas planejamos, só que as vezes algo tão bom acontece, nossa mãe faz aquela comida preferida fora de época, ouvimos um “você é especial pra mim” ou então vemos uma criança brincando de um jeito tão fofo que o sorriso verdadeiro vem e deixa até o rosto mais estranho do planeta, bonito e sereno.
Gosto de pessoas com sorrisos não-pré-planejados, aqueles que não vendem, mas que sim distribuem felicidade pelas expressões, adoro pessoas sinceras com a própria felicidade e que ao sorrir, me fazem querer sorrir de volta.
Artur Aguilar.